Trabalhos na Aziz Maron continuam

Dona Maria de Lourdes dos Santos, 67 anos, tem o hábito de fazer a sua caminhada duas vezes por dia nas avenidas Aziz Maron e Mário Padre, mas havia sempre um problema: as pedras portuguesas das calçadas, sem manutenção há mais de 10 anos, se soltavam, causando tropeções e até quedas dos praticantes de caminhadas e dos transeuntes.Assim como Dona Lourdes, muita gente, incluindo idosos e crianças, reclamava da dificuldade de andar naquela via.

Esta semana, a Prefeitura começou a dar uma solução ao problema. A Secretaria do Desenvolvimento Urbano – Sedur está fazendo a substituição das pedras portuguesas por concreto sarrafeado e desempolado com granito fino polido, o que vai oferecer mais segurança para os pedestres.O secretário Marcos Monteiro disse que a substituição das pedras portuguesas – um desejo antigo da comunidade – está sendo executada com recursos próprios. Monteiro destaca também a construção de três passagens de pedestres feitas de concreto em frente ao Shopping, estendendo-se até o antigo Boulevard, e outra em frente ao Hospital de Olhos.Substituição das pedras é um anseio antigo da comunidade. Segundo o encarregado de obras da Sedur, Moisés Alves, já foram recuperadas ou substituídas 250 pedras de meio-fio no prolongamento da Avenida Aziz Maron, no Góes Calmon, e a revitalização de toda a extensão da Avenida Princesa Isabel, no São Caetano.

Também já foi executada a reforma parcial da Alameda da Juventude, com serviços de pintura e reparos na parte elétrica.A construção do novo piso da calçada das avenidas Aziz Maron e Mário Padre tem agradado as pessoas que utilizam aquelas vias com frequência. Dagmar Freitas, que também já tropeçou em algumas das pedras, se disse satisfeita. “Não sei por que outros prefeitos não fizeram isso. Quem utiliza esse passeio, com certeza, já tomou um tropeção”, brincou a comerciante, que deu os parabéns à Prefeitura pela execução dos serviços de embelezamento das vias urbanas.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *