Termina sexta-feira inscrições para seleção de educadores sociais da Fundação Marimbeta

ctps.jpg

Encerram-se nesta sexta-feira, 25, as inscrições para seleção de jovens e adultos, com idade entre 18 e 29 anos, para educadores sociais do Programa Viva-A-Arte da Fundação Marimbeta – Sítios de Integração da Criança e do Adolescente, em Itabuna. Os candidatos que atuarão como bolsistas, podem fazer a inscrição, entre as 9 e 13 horas, na sede da Fundação, no Centro Administrativo Firmino Alves, no São Caetano.

O processo seletivo vai disponibilizar 100 vagas, consiste na análise de documentos e currículos, entrevista e estágio de formação, sendo que 5% das vagas são destinadas a portadores de deficiência. Os selecionados atuarão como educadores sociais em atividades envolvendo esporte, cultura, saúde e educação e receberão bolsa no valor de R$ 400 mensais.

O Viva-A-Arte foi instituído no mês passado pelo prefeito Claudevane Leite, tendo como principais objetivos oferecer às crianças e adolescentes uma atenção psicossocial integral, visando à elaboração de projetos para uma vida saudável. Pretende também promover o fortalecimento de uma cultura de paz, dentro do projeto Cidade de Paz, uma das prioridades da atual gestão municipal.

“Esse projeto é o grande eixo da ações sociais porque contempla os anseios da gestão que busca alternativas para a inclusão social por meio da arte, cultura, educação e outras atividades prazerosas que estarão à disposição dos jovens itabunenses”, reforçou o prefeito Vane.

O programa pretende minimizar a incidência de crianças e adolescentes no mundo da violência, criminalidade, drogas e prostituição. Também favorecer o despertar da auto-estima, estimular a construção de projetos de vida saudável, oportunizar a compreensão e o uso da arte e do esporte como mecanismos de transformação e inclusão social.

De acordo com o presidente da Fundação Marimbeta, José Teles da Silva Junior, o leque de ações do programa é grande e inclui a valorização de crianças e jovens, a partir da identificação de novos talentos e à profissionalização por meio de oficinas oferecidas pela unidade. “O que propomos por meio desse programa é oferecer uma vida com qualidade e possibilidades de pleno desenvolvimento”, reforçou.

Ontem, no auditório da FTC, os coordenadores apresentaram a proposta e metas do programa aos agentes comunitários de saúde de Itabuna, visando à busca de parcerias para o fortalecimento das atividades em favor da criança e adolescente. Maiores informações sobre o processo seletivo no edital publicado no Diário Oficial, edição nº 354, de 11 de outubro (http://www.itabuna.ba.io.org.br/diarioOficial).

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *