Taxista se livra de falsa acusação de estupro com gravação em smartphone

taxista-se-livra-de-falsa-acusacao-de-estupro-com-gravacao-em-smartphone.jpg

Motorista ativou gravação de voz no smartphone e usou a mesma para provar sua inocência.

Um taxista britânico se livrou de uma falsa acusação de estupro graças ao seu smartphone. Mohammed Asif, de 34 anos, foi acusado pela passageira Astria Berwick que ligou para a polícia para relatar o caso.

Asif fez uma corrida para Astria no dia 20 de fevereiro, sendo que, segundo ele, ela aparentava estar embriagada. O motorista afirmou que apesar disso ela estava tranquila, e agradeceu a ele pelo serviço ao sair do veículo.

No entanto, alguns minutos depois a garota ligou para a polícia, afirmando que o motorista havia abusado sexualmente da mesma e feito um corte em seu rosto com uma faca. O taxista foi procurado, algemado e preso como suspeito de estupro.

Asif conseguiu provar sua inocência apenas depois que mostrou uma gravação de voz em seu smartphone Galaxy, da Samsung. Ele afirmou que sabia que o sistema de câmeras dentro do veículo não estava funcionando, e resolveu ativar o gravador de voz do celular durante as corridas.

As autoridades analisaram a gravação e constataram que a garota estava de fato mentindo. O taxista mencionou ter ficado traumatizado com o ocorrido, e deixou de trabalhar por cerca de um mês, além de perder peso. “Ela mudou minha vida. Sou uma pessoa completamente diferente. Tenho medo de sair”, comentou Asif.

Astria foi condenada na última quinta-feira (4), e deve cumprir pena de 16 meses de detenção.

Techmestre.com

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *