Problemas graves na estrutura ameaçam feira do São Caetano

Uma comissão da Prefeitura de Itabuna, formada pelas Secretarias de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e da Agricultura e Meio Ambiente (Seagrima), além da Defesa Civil e do Gabinete do Prefeito esteve no fim da tarde de sexta-feira (1º) para conversar com os comerciantes da Feira do São Caetano sobre os riscos a que estão expostos em razão do desgaste da cobertura, cuja estrutura encontra-se oxidada e com vários pontos de ruptura.

A visita da comissão deu-se após comunicado feito pelo secretário Marcos Monteiro, da Sedur, dando conta de que há risco iminente de desabamento, com riscos para os comerciantes e consumidores. No mesmo dia, a Defesa Civil orientou os feirantes sobre a possibilidade de terem que deixar o local e todos assinaram um documento concordando com os termos apresentados pela comissão.

feira

O secretário Marcos Monteiro informa que uma terceira avaliação será feita durante a semana, com apoio do Corpo de Bombeiros e CREA, com o fim de verificar se há alguma solução paliativa que permita o funcionamento da feira, sem precisar mudar. Mas Monteiro adianta que a constatação dos problemas e o risco de desabamento com ameaça a vidas humanas, torna difícil essa hipótese. A solução ideal é uma reforma completa, diz Marcos, lembrando que na audiência que teve com o governador Jaques Wagner (no dia 15 de fevereiro) o prefeito de Itabuna apresentou o pleito e obteve sinalização positiva de Wagner.

Nesta segunda-feira, a Sedur, a Defesa Civil e a Seagrima levarão suas conclusões ao prefeito Claudevane Leite, para que ele oriente sobre as próximas etapas, já que o prefeito está preocupado e quer evitar ao máximo que feirantes e população sejam prejudicados. Segundo Vane, “a feira do São Caetano é uma das mais importantes de Itabuna, com grande importância para economia local, sendo sustento de várias famílias e ponto de convergência da população do bairro e adjacências”, mas o risco de ferir pessoas, ou até mesmo de morte, não permite vacilo por parte da Prefeitura.

Segundo o prefeito, o projeto contemplando as feiras não se resume a uma simples reforma. Vane assegura que o objetivo é fazer “praticamente novas feiras, mais higiênicas, mais modernas, mais seguras, mais bonitas, valorizando os espaços, valorizando as pessoas”. O prefeito já passou para a Secretaria de Planejamento e Tecnologia a missão de preparar os projetos que serão levados ao governador. No caso das feiras a missão da Seplantec é compartilhada com as secretarias de Agricultura e Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano.

Crédito: ASCOM

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *