MEC vai levantar dados sobre evasão em cursos profissionalizantes e técnico

MEC.jpg

O Ministério da Educação (MEC) instituiu hoje (25) um grupo de trabalho para elaborar relatório dos índices de evasão em cursos da educação técnica e profissional no país. De acordo com a portaria publicada na edição desta segunda-feira no Diário Oficial da União, o grupo também vai desenvolver um manual de orientação para o combate à evasão, que incluirá um diagnóstico de alunos ingressantes com propensão a abandonar o curso, além de identificar as causas do problema. De acordo com o MEC, pela primeira vez esse tipo de dados será levantado pela pasta.

As atividades do grupo de trabalho deverão ser concluídas em um prazo de 120 dias, a partir de hoje. Os resultados serão apresentados para cada uma das modalidades de curso, classificadas pelo MEC como: integrada – o aluno, com uma matrícula apenas, frequenta curso que reúne conhecimentos do ensino médio e competências da educação profissional; a concomitante – o aluno, com duas matrículas, faz curso técnico e o ensino médio, em áreas complementares; e a subsequente – na qual o aluno se matricula no curso técnico somente após ter concluído o ensino médio.

Ainda de acordo com o documento, o grupo de trabalho será composto por representantes da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), que custeará as despesas de deslocamento dos integrantes, e da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, podendo haver inclusão de “outros especialistas e técnicos”.

Dados do Censo Escolar da Educação Básica de 2012, dão conta de que há no país 1.063.655 alunos matriculados na educação profissional. Agência Brasil

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *