Itabunenses dão exemplo de cidadania e se mobilizam para doações a desabrigados

mobilização chuva.jpg

Dezenas de itabunenses chegam a todo o momento no posto emergencial montado pela Prefeitura no Espaço Cultural Josué Brandão dando exemplo de cidadania e de preocupação com o outro. São doações de roupas, alimentos e cobertores. As redes sociais são as formas mais apontadas pelos doadores como meio de mobilização dos amigos e familiares para ampliar a quantidade de material doado.

A secretária da Administração, Mariana Alcântara, explica que muitas doações estão sendo entregues a cada hora e o movimento da comunidade está crescente. “Felizmente está chegando muita coisa. Precisamos ainda de colchões, lençóis e material de higiene pessoal” pediu.

O professor Luiz Gonzaga Neto e o fonoaudiólogo Fabrício Alves Rodrigues organizaram uma campanha pelo Facebook e arrecadaram roupas e alimentos em diversos pontos da cidade que foram trazidos à central. “Continuamos postando, esperamos voltar aqui várias vezes para trazer mais coisas” disse Fabrício. Já Luiz contou que parte dos amigos está organizando um sopão para distribuir aos desabrigados ainda na noite de quinta-feira (28).

Os estudantes Saulo Carneiro, Felipe Andrade e Leandro Leal fazem parte do movimento Escalada, da Igreja Católica, e também se reuniram pelo Facebook para ajudar os desabrigados. “Conseguimos roupas, sapatos e estamos buscando mais gente que queira ajudar; quanto mais gente melhor” comentou Leandro.

No mesmo grupo estava Thainã Valentim, cuja família mora no Rio de Janeiro e assistiu pela TV uma reportagem sobre as enchentes em Itabuna. Ela reuniu os amigos da capital fluminense e de lá obteve doações em dinheiro que foi transferido para que um sobrinho pudesse ajudar os desalojados itabunenes com alimentos também entregues às equipes da Prefeitura.

O casal Thaisa Gerônimo e Thiago Carvalho mora no bairro de Fátima e viu de perto o sofrimento dos moradores do São Roque, um bairro vizinho. O casal decidiu ajudar com doações de roupas e alimentos.

A secretária Ravena Rodrigues é moradora do bairro Nossa Senhora das Graças e trabalha como voluntária no posto de atendimento emergencial da Defesa Civil no Espaço Cultural. “Estou ajudando a organizar as doações que já estão sendo distribuídas nos abrigos da Vila Olímpica e do Parque de Exposições. É um momento muito complicado. A gente tem que ajudar” afirmou.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *