Dinheiro da Zona Azul será repassado para instituições assistenciais afirma prefeito

O prefeito Vane afirmou que esta semana que vai destinar 100% dos recursos arrecadados com o programa de estacionamento rotativo “Zona Azul” às instituições assistenciais e filantrópicas como reconhecimento à ação de acolhimento e inclusão de pessoas carentes. O compromisso foi assumido pelo prefeito Claudevane Leite que anunciou a medida ao presidir a solenidade de abertura da IX Conferência Municipal de Assistência Social, na noite de quarta-feira, 31, no Centro de Cultura Adonias Filho, depois de destacar que o sistema de estacionamento está sendo licitado para voltar a operar até o final do ano.

Vane também anunciou que vai dar mais apoio e destinar mais recursos do município para fortalecer a rede de atenção social sob a justificativa de que dos 204 mil habitantes do município 93 mil pessoas vivem em condições miseráveis e de pobreza absoluta. “Estamos avançando e queremos avançar ainda mais para transformar a realidade dessa cidade. É preciso que a sociedade esteja disposta a discutir saídas para os problemas sociais e essa Conferência é o local adequado, já que sua temática envolve o financiamento da assistência social”, disse o prefeito.

“Experimentamos o semestre mais difícil, com extremas dificuldades e pagamos uma verdadeira fortuna aos servidores municipais em salários em atraso. Foram E$ 15 milhões que deveriam ter sido investidos em projetos e obras essenciais.Com austeridade e respeito ao dinheiro público tivemos avanços”, comentou Vane, citando entre a reforma da urgência e emergência do Hospital de Base, a entrega do Restaurante Popular agora climatizado e de quatro unidades básicas de saúde; a escola Norma Vídero Santos, o Centro Psicopedagógico de Educação Inclusiva – CEPEI e a compra de máquinas e equipamentos para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano com recursos próprios.

Na solenidade, com a participação de cerca de 400 pessoas, deficientes auditivos puderam acompanhar o canto do Hino Nacional na Língua Brasileira de Sinais – Libras, tendo como intérprete a professora do CEPEI, Lorena Cerqueira. A palestra ficou a cargo da assistente social Mana Pinho com o tema: “A gestão e o financiamento na efetivação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS)”. Hoje, eixos temáticos de debates e propostas têm como palestrantes: Margarida Jambeiro, com o tema “Co-financiamento obrigatório da Assistência Social e Regionalização”; Verônica Moreira Miranda, sobre “Gestão de Benefícios e Gestão no Sistema Único de Assistência Social (SUAS)”; Vera Sacramento, sobre “Gestão de Serviços, Programas e Projetos e Gestão do Trabalho”.

Participaram do evento, o secretário da Assistência Social, José Carlos Trindade, que agradeceu o apoio da Prefeitura e o empenho de sua equipe, os secretários do Planejamento e Tecnologia, Wenceslau Junior; da Educação, Dinalva Melo; do Desenvolvimento Urbano, Marcos Monteiro; da Indústria, Comércio e Turismo, José Humberto Martins; presidentes da Câmara de Vereadores, Aldenes Meira, e da Bahiagás, Davidson Magalhães; pró-reitor de pós-graduação da Uesc, Raimundo Bonfim.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *