Desabrigados pelas chuvas em Itabuna aprovam ações da Prefeitura

desabrigados itabuna.jpg

Moradores das ruas Água Branca, São Paulo, Landulfo Alves, José Alves Franco e Ribeirão, além das Avenidas Washington Luís e Bionor Rebouças, nos bairros São Roque, Caixa d’Água, Antique e Santa Inês elogiaram o trabalho que está sendo realizado pelas equipes das secretarias da Assistência Social, Saúde, Desenvolvimento Urbano, Defesa Civil e Emasa. Por determinação do prefeito Claudevane Leite secretários e técnicos da Prefeitura de Itabuna estão prestando assistência integral aos desabrigados da enchente do Riacho Água Branca.

Na manhã desta terça-feira, os moradores receberam a visita de uma comissão formada por secretários e técnicos do município, que avaliaram os prejuízos causados pelas chuvas para decidir quais as medidas devem ser adotadas para prevenir novas inundações, minimizar as conseqüências da destruição de casas e dos prejuízos causados aos moradores.

Os engenheiros e técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano – Sedur e da Comissão Municipal da Defesa Civil concluíram que construções irregulares na área de risco e o aterramento das margens do Riacho Água Branca causaram o transbordamento que inundou e destruiu vários imóveis. “São dezenas de casas que foram construídas dentro do riacho. Estamos planejando ações para resolver o problema em definitivo”, observa o titular da Sedur, Marcos Monteiro.

Moradores mais antigos dos São Roque e Caixa d’Água lembraram que esta foi a maior enchente desde a década 80, que também causou a destruição de imóveis. A aposentada Vera Lúcia Silva afirma que, embora os moradores sofram com as cheias quase todos os anos, pela primeira vez tiveram atendimento adequado do poder público. “Nas vezes anteriores, não sabíamos a quem recorrer. Desta vez toda a assistência foi prestada”, declarou.

José Ferreira Matos, um dos fundadores do Bairro São Roque, lembrou que os desabrigados foram levados imediatamente para um lugar seguro e que receberam comida e assistência médica após o transbordamento do riacho. “Também fizeram o cadastramento para a concessão do aluguel social. O prefeito Vane esteve aqui pessoalmente para se informar sobre os prejuízos que sofremos e confortar as famílias”, destacou.

Nessa quarta-feira será iniciado um mutirão envolvendo diversos departamentos da Prefeitura para a retirada de entulho das ruas e dos terrenos, aonde antes existam casas. Cerca de 300 famílias do São Roque e outros bairros atingidos pelas chuvas estão sendo assistidas pelas equipes da Secretaria da Assistência Social e da Defesa Civil do município com a distribuição de cestas básicas de alimentos, roupas, colchões, kits de higiene pessoal e de limpeza e atendimento médico.

Além do coordenador da Comissão Municipal de Defesa Civil, José Roberto Avelino, estiveram nos locais atingidos pelas chuvas e pelas enchentes os secretários Marcos Monteiro, do Desenvolvimento Urbano; Wenceslau Júnior, do Planejamento e Tecnologia; José Carlos Trindade, da Assistência Social; e Mariana Alcântara, da Administração. Também fizeram parte da missão técnicos representantes de outras secretarias municipais e da Emasa.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *