DENGUE: Itabuna em alerta!

Moradores de Itabuna devem manter-se em alerta para a prevenção de focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e zika vírus. A Prefeitura de Itabuna, através do Departamento de Vigilância à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, mantém as ações de vigilância e de campo no combate ao mosquito transmissor dessas doenças e da chikungunya, que não tem nenhum registro no município.

Coodenador de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde Renato Freritas mantém alerta contra dengue em Itabuna - Foto Gabriel de Oliveira
Coodenador de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde Renato Freritas mantém alerta contra dengue em Itabuna

No início do 3º ciclo de prevenção de 21.202 casas visitadas pelos agentes de combate às endemias, 5.575 imóveis, equivalentes a 25%, ficaram sem a visitação, pois estavam sem a presença do morador. O coordenador de Combate às Endemias da Secretaria Municipal de Saúde, Renato Freitas, lembra que, de acordo com o Levantamento de Índice Rápido de Aedes Aegypti (LIRAa), realizado de 3 a 7 desse mês, foram visitados 121.739 imóveis em 57 bairros de Itabuna, com amostra de Índice de Infestação Predial (IIP) de 13,3%.

Para o coordenador de Endemias, o numero apresentado ainda exige estado de alerta no município, principalmente porque os focos estão dentro das residências. "Nos criadouros encontrados a maioria das larvas do mosquito Aedes aegypti estavam em recipientes de solo como toneis, baldes e tanques de residências usados para o armazenamento de água potável. Os recipientes representam 85,08% do total dos locais encontrados com larvas do inseto", afirma.

Medidas

Segundo Renato Freitas, a partir de ocorrências dos casos e de denúncias pelo disk dengue (73- 3612-8324) a Prefeitura de Itabuna intensifica ações para o controle larvário nos bairros e centro da cidade. "No trabalho de campo os agentes têm incentivado a população a remover criadouros e fazer o controle dos mesmos, retirando água parada, cobrindo bem os reservatórios e limpando aguadores de animais de estimação. Porém, nada adianta fazermos os bloqueios de transmissão sem o apoio direto da população", alerta.

O coordenador ainda destaca que a visita técnica dos agentes também é um importante mecanismo para a eliminação dos focos do mosquito. "Caso o residente não esteja em casa no horário de visita do agente é deixado um aviso para que seja agendada nova visita através do disk dengue", diz Renato Freitas. Além disso, lembra dicas para eliminar criadouros como guardar pneus em locais secos e cobertos ou entregar ao serviço de limpeza urbana; manter o lixo tampado e embalar bem todo objeto que possa acumular água.

Também deve guardar garrafas vazias sempre de boca para baixo; tampar as caixas d’água; armazenar adequadamente os materiais recicláveis; tampar os ralos; limpar os terrenos baldios ou não; não usar pratos com água nos vasos de planta; não deixar a água da chuva acumular sobre a laje e manter calhas sempre limpas e desobstruídas.

________________

Prefeitura de Itabuna

Secretaria Municipal de Comunicação

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *