CONSELHO DE COMUNICAÇÃO DO ESTADO PROMOVE FORMAÇÃO EM AUDIOVISUAL

audio-e-video.jpg

Em parceria com a Secretaria de Comunicação Social (Secom), o Conselho Estadual de Comunicação começou nesta segunda-feira (25) o 1º Ciclo de Formação em Audiovisual. São 10 cursos oferecidos a profissionais que já atuam no setor e querem se aperfeiçoar em direção, correção de cor, gestão de projetos, entre outras áreas.

As primeiras turmas reúnem alunos de captação de áudio e motion design. As aulas acontecem na Dimas – Diretoria de Audiovisual da Fundação Cultural, na Biblioteca Pública dos Barris, e as inscrições estão abertas no site da Secom.

O secretário de Comunicação Social, Robinson Almeida, participou da abertura do evento e defendeu a criação de linhas permanentes de capacitação em audiovisual. “Fizemos um grande arranjo para viabilizar este ciclo. É o primeiro passo, e o nosso desafio agora é buscar a inclusão do audiovisual na política de capacitação do trabalhador no estado”.

Ele disse que a capacitação da mão-de-obra local é importante para aproveitar o bom momento vivido pelo setor. “Existem dois motivos para o crescimento do audiovisual no país, que são o desenvolvimento econômico com inclusão de 40 milhões de brasileiros no mercado interno, portanto mais pessoas com acesso a consumir o audiovisual, e a ampliação dos fundos setoriais, que oferecem recursos para as produções”.

O 1º Ciclo de Formação em Audiovisual surgiu de ações sugeridas pela Associação de Produtores e Cineastas da Bahia (APC-BA) e tem como objetivo apoiar a produção audiovisual independente, através do aprimoramento profissional e artístico aos técnicos e realizadores do setor, estimulando o meio profissional, difundindo e utilizando a tecnologia audiovisual no estado.

O coordenador da comissão de audiovisual do Conselho Estadual de Comunicação, produtor Maurício Xavier, qualificou o ciclo como um momento histórico para os profissionais do segmento na Bahia. “Fico feliz em ver que juntos estamos ajudando a mudar as coisas, que o governo está atento a essas questões e dando o apoio necessário para qualificar o audiovisual no estado”. Secom

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *