Começa segunda etapa da venda de ingressos para a Copa do Mundo

copa.jpg

Começou hoje (11) a segunda fase da venda de ingressos para a Copa do Mundo de 2014. De acordo com a Federação Internacional de Futebol (Fifa), mais de 220 mil bilhetes estarão à disposição dos torcedores para 57 jogos. Nessa etapa, não serão vendidos bilhetes para os jogos de abertura e nem para a final, além das partidas da fase de grupos da seleção brasileira e oitavas de final em Belo Horizonte e São Paulo. As entradas podem ser adquiridas exclusivamente no site da Fifa.

Ontem (10), a entidade anunciou que vai cobrar uma taxa no valor de R$ 59 para entregar os ingressos. Para quem mora fora do Brasil, o valor será R$ 94. Os torcedores também terão a possibilidade de retirar os bilhetes pessoalmente nas 12 cidades-sede do Mundial.

Em nota publicada em seu site, a Fifa informou que “esse é um serviço opcional especial [o de entrega] para os torcedores. Os ingressos são itens valiosos e, como tal, não podem ser simplesmente enviados por um serviço postal comum. É necessário assegurar que esses bens preciosos sejam entregues de forma segura e em condições justas para todos”.

Ainda de acordo com a nota, “durante a primeira fase de venda de ingressos, cerca de 55% dos torcedores que conseguiram efetivar a compra indicaram que estariam interessados em receber os ingressos por meio de um serviço de entrega”. Até o dia 30 de janeiro de 2014, os compradores poderão informar se preferem o serviçio de entrega ou se querem retirar os bilhetes nos postos credenciados. A escolha deve ser feita na conta de ingressos registrada no site da Fifa.

Os ingressos serão entregues no endereço indicado pelo comprador em até seis a oito semanas antes da Copa. Segundo a Fifa, por razões de segurança, a distribuição de ingressos vai começar apenas em abril do ano que vem, quando serão abertos os centros de distribuição de ingressos nas cidades-sede.

Na primeira etapa da venda de ingressos, iniciada em agosto, foram destinados 889.305 bilhetes para pessoas de 188 países. Do total, 71,5% foram comercializados para residentes no Brasil e 28,5%, para torcedores de outras partes do mundo. Os países com maior número de pedidos foram o Brasil, os Estados Unidos, a Argentina, Alemanha, o Chile, a Inglaterra, o Japão, a Colômbia, Austrália e o México. Agência Brasil

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *