Aprendiz Legal cresce 15% em Itabuna e região

aprendiz-legal.jpg

O CIEE chama a atenção do jovem que deseja ingressar no mercado de trabalho. Sempre buscando alternativas para auxiliar na inserção profissional, o CIEE oferece o programa Aprendiz Legal, uma iniciativa em parceria com a Fundação Roberto Marinho. Por meio dele, o jovem recebe capacitação em nove modalidades (auxiliar de alimentação, auxiliar de produção, comércio e varejo, gestão pública, logística, ocupações administrativas, práticas bancárias, telesserviços e turismo). Com uma expansão 15% na região de Itabuna e de 42% no país nos últimos anos, o Aprendiz Legal auxilia as empresas de médio e grande porte a cumprirem a Lei 10.097/2000, que determina cotas de contratação de cotas de aprendizes. O programa já beneficiou 52 mil aprendizes contratados por mais de 10 mil empresas em todo o País, desde que foi criado em 2002.

A relevância e a qualidade do programa conquistaram o apoio de dezenas de instituições de ensino superior de todo o país que cedem 1,5 mil salas para capacitação teóricas, além do selo Parceiros da Aprendizagem, concedido pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O programa estimula o jovem entre 14 e 24 anos a buscar cada vez mais uma melhor formação profissional. Já as empresas são beneficiadas por descobrirem novos talentos e agregá-los, futuramente, ao seu quadro definitivo de colaboradores. Empresas e jovens interessados em participar do programa encontram mais informações nas unidades do CIEE ou no site www.ciee.org.br.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *