A importância do reconhecimento

wagner(Por Vagner Rodrigues) Entre diversos fatores de sucesso que são proclamados em diversos meios de comunicação e por muitas pessoas, certamente, o reconhecimento é um dos principais e mais importantes para os seres humanos. Alcançar as nossas metas e resultados é muito bom, mas, melhor ainda é termos o reconhecimento pelas vitórias que alcançamos.
Entre diversos fatores de sucesso que são proclamados em diversos meios de comunicação e por muitas pessoas, certamente, o reconhecimento é um dos principais e mais importantes para os seres humanos. Alcançar as nossas metas e resultados é muito bom, mas, melhor ainda é termos o reconhecimento pelas vitórias que alcançamos.
Existe até uma historinha que nos ajuda a pensar e ressaltar a importância do reconhecimento que conta que um homem vivia solitário numa ilha e salvou a Sharon Stone de um naufrágio, permanecendo sozinho com ela na ilha por duas semanas. Logo após esse período, ele pediu que ela se vestisse de homem e desse a volta na ilha. Encontraram-se do outro lado da ilha e ele virando-se para ela (que estava vestida de homem) disse: Zé! Você não vai acreditar no que eu vou lhe dizer. Estou sozinho com a Sharon Stone!

Saliência fêmea sênior que promove o empregado africano do aperto de mão ao aplaudir da equipe

Era bom demais estar numa ilha, sozinho, e com a Sharon Stone, mas tão bom quanto isso, seria alguém ficar sabendo, repercutir positivamente entre mais pessoas, ou seja, obter “reconhecimento” pelo feito.
Somos acometidos de modo constante pela carência de atenção e necessidade de nos sentirmos importantes, somos seres sociais e precisamos interagir de forma contributiva em nossas relações na vida pessoal e dentro das organizações. Se faz necessário conciliar uma vida acelerada com maior sensibilidade e percepção mais atenta para que chefes e colegas não deixem de elogiar o trabalho uns dos outros, reconhecer publicamente os bons resultados e tratar discretamente dos más resultados, falar do valor e significado do trabalho das pessoas de forma a agradecer e reforçar as boas posturas para que sejam fortalecidas e repetida com o máximo de constância. Perder o medo de olhar nos olhos e reconhecer nos outros a diferença que cada um faz, que sozinho não somos e não fazemos nada, ninguém vence sozinho. Isso é óbvio. E se é óbvio, façamos o óbvio, reconheçamos de forma concreta com sentimentos de gratidão e reconhecimento o papel que cada pessoa desempenha no exercício de suas funções.

*Vagner é Administrador de empresas, Coach e proprietário da Phone Happy
*Imagem: Br Free Pik

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *